domingo, 5 de maio de 2013

Coincidência (tradução)

Desligo a tevê.

Em meio a tanto fim de mundo,
acendo um cigarro.
Por detrás da fumaça,
a lua cheia na janela
me dá um susto e,
por um instante,
quero entregar tudo a você.

Sem o vinho, sem a noite, sem a roupa,
de qualquer jeito, por aí,
antes que venham me tomar a casa.

Porque é largo o deserto,
fantasiando-me à majestade,
a você concedo um último desejo.

Ainda que não coincidamos nele,
você dirá que me ama
e eu direi que me encanta
a sua persistência,
mas no fundo o que me encanta
é aquilo que eu não tenho
e isso inclui você todo entregue -
sem o vinho, sem a noite, sem a roupa.

Isso inclui a sua entrega
e a mentira de que
o que você quer sou eu,
sabendo embora que
o que você quer
no fundo não sou eu,
mas aquilo que você não tem -

e ao menos nisso coincidimos.

Tradução de "Nobody knows", canção do grupo irlandês Back in Jacket.

21 comentários:

  1. Muito interessante.

    ResponderExcluir
  2. Saudades, A., saudades...

    ResponderExcluir
  3. Também....Também....

    ResponderExcluir
  4. Tem coisa mais efêmera que A FELICIDADE ?

    ResponderExcluir
  5. Não me aceitarias.

    ResponderExcluir
  6. Que é isso, Anônimos? Não sei. Não sei.

    ResponderExcluir
  7. O que senti depois de ler: é bonito, mas também triste. É delicado, honesto, mas também rude e realista.

    ResponderExcluir
  8. Não sei.Não sei!
    Ignorância traz felicidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez quando se olha de dentro, imerso nela, mas imerso nela não se pode avaliar isso.

      Excluir
  9. Eu acabei de descobrir o seu blog por acaso. Quanta coisa boa tem aqui, heim?

    ResponderExcluir
  10. Repense e reflita melhor a sua resposta.Perdeu-se a concatenação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Refletirei, mestre, mas isso se chama uma aporia.

      Excluir
  11. rsrsrsr..Que bom este diálogo neológico!Parabéns!

    ResponderExcluir
  12. seu blog como um todo.

    ResponderExcluir
  13. Desculpe-me se te magoei.Não era este o meu propósito e ponto final.

    ResponderExcluir
  14. Não, por favor, por que magoaria? Só queria entender o que quis dizer com "neológico". A quem escreve, o que mais interessa são as impressões de quem lê. Não captei a acepção que você quis dar à palavra. Só conheço um sentido dela, que é o da criação da palavra nova. Um abraço.

    ResponderExcluir