sábado, 7 de setembro de 2013

Mostrando as garras

Ismael Nery: Autorretrato, 1927.
 
- Olha aí, mãe. Eu entornei a pipoca toda no chão!
- Não tem problema, meu filho.
- Tem, sim! Eu fiz de propósito!
- !

4 comentários:

  1. Que delícia os posts, todo dia agora entro aqui, os diálogos são muito bons, parecem simples, mas no fundo não são, fazem pensar muita coisa.

    ResponderExcluir
  2. É verdade, rs. Muito obrigada. Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Diálogos de uma simplicidade infantil...são engraçados os textos postados, muitos parecem que ocorrem no dia-a-dia entre você e o pimpolho. Daí surgem poemas, versos,...

    ResponderExcluir
  4. Sim, sim, é isso mesmo. Um abraço, Eduardo.

    ResponderExcluir